Informação detalhada sobre depilação a laser definitiva, incluindo luz pulsada, além da descrição das  técnicas de depilação com cera, depilação egípcia, eléctrica e eletrólise. Como fazer depilação em casa, de pontos específicos como virilha, axilas, buço e sobrancelhas. Também abordamos a depilação masculina.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Como funciona a depilação a laser

Como Age o LASER na Depilação ?
O pêlo é gerado por uma estrutura chamada folículo piloso. Os pêlos tem a capacidade de crescer até certo ponto e podem cair e serem eliminados espontâneamente. Quando um pêlo é eliminado espontâneamente, um novo pêlo é gerado pêlo próprio folículo piloso. É por esse motivo que quando se faz a depilação por qualquer um dos sistemas convencionais, os pêlos crescem novamente, em quantidade, espessura e cor, iguais ou até mesmo aumentadas.

As fases de crescimento do pêlo

O pêlo tem um ciclo de crescimento.
Este ciclo de crescimento do pêlo tem 3 fases, chamadas fases de crescimento.
As Fases de Crescimento do pêlo são a Anágena (crescimento), a Catágena (intermediaria) e a Telógena (repouso).
Os pêlos de uma determinada região estão em diversas fases de crescimento.
Na fase Anágena, os pêlos estão muito próximos da parede do folículo piloso, que é mais estreito. Nas outras fases os pêlos estão mais separados da parede do folículo.
Os pêlos só são melhor eliminados na fase Anágena, quando existe uma maior concentração de Melanina e contacto com as estruturas do folículo piloso o que permitem a sua destruição.
Por esse motivo são necessárias várias aplicações em intervalos distintos para cada região. À cada aplicação uma parte dos pêlos e da capacidade de produção de novos pêlos é eliminada. Nas sessões subsequentes, é conseguido um resultado cada vez melhor.

A Acção Selectiva do LASER sobre o pêlo

O uso do LASER para depilação vem sendo estudado pela medicina há poucos anos. O princípio da acção do LASER é a Fototermólise Selectiva, que significa que algumas estruturas do corpo captam mais calor e energia do que outras quando submetidas a exposição da luz.
No caso da depilação, a Melanina presente no pêlo, recebe a maior parte da energia (um cromóforo) enquanto a pele recebe menos. A Melanina é uma substância escura, e por isso capta mais a luz. O pêlo e sua base possuem grandes quantidades de melanina, a captação da energia através do pêlo, é transmitida ao folículo piloso, que acaba sendo destruído, e assim eliminando a possibilidade de geração de um novo pêlo.
As estruturas do corpo que possuem cor são chamadas cromóforos. assim é que a melanina tem a cor preta e é um cromóforo, e a hemoglobina do sangue tem a cor vermelha e também é um cromóforo. Existem diversos equipamentos emissores de luz , capazes de realizar a fototermólise selectiva, cada um com características próprias que o fazem agir sobre um cromóforo. Por exemplo, os que atingem a cor negra, realizam a depilação, e os que atingem a cor vermelha, realizam o tratamento de pequenos vasos e varizes.
Outras características existem. Estas características são baseadas no Tempo de Relaxamento, ou seja, algumas estruturas recuperam melhor do calor e são preservadas, enquanto outras recuperam pior e são destruídas. Estas características e outras como tempo do pulso, cumprimento da onda e outras complexas propriedades da Física Óptica é que permitem a Fototermólise Selectiva, mesmo em peles com cor próxima dos cromóforos, como a pele bronzeada ou negra.
Assim é que existem muitos tipos LASERs e também outros tipos de emissores de energia, chamados de LUZ INTENSA PULSADA.
Para cada paciente, cada tipo de tratamento e cada tipo de cromóforo existe necessidade de escolher o equipamento mais indicado. Cada tipo de pele, vai determinar a escolha de determinadas energias e um tipo de equipamento será então utilizado.

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL