Informação detalhada sobre depilação a laser definitiva, incluindo luz pulsada, além da descrição das  técnicas de depilação com cera, depilação egípcia, eléctrica e eletrólise. Como fazer depilação em casa, de pontos específicos como virilha, axilas, buço e sobrancelhas. Também abordamos a depilação masculina.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Depilação a laser - Tipos de pele

Em 1975, um médico americano, o Dr. Thomas B. Fitzpatrick, da Escola de Medicina de Harvard, criou uma classificação para os tipos de pele. A Classificação está baseada na cor da pele e na reacção a exposição solar. Esta classificação é a utilizada hoje para a programação dos tratamentos a LASER e LUZ PULSADA, porque ela permite a calibração dos equipamentos em níveis de energia seguros para cada tipo de pele.
Tipos de Pele – Fitzpatrick
Descrição:
I -Pele muito clara , sempre queima, nunca bronzeia
II -Pele clara, sempre queima e algumas vezes bronzeia
III -Pele menos clara, algumas vezes queima e sempre bronzeia
IV -Pele morena clara raramente queima e sempre bronzeia
V -Pele morena escura, nunca queima e sempre bronzeia
VI- Pele negra, nunca queima, sempre bronzeia
Assim é que o médico vai determinar o tipo de pele , e a energia e o equipamento a ser utilizado.
Peles mais claras, com pêlos mais escuros e negros tem resultados mais rápidos, Quando a pele tende a ser mais escura, existe a necessidade de se utilizar energias menores, para evitar o dano à pele, e assim se perde eficiência, tornando os tratamentos mais demorados. O mesmo acontece com pêlos mais claros, e mais finos. Estes tipos de pêlo absorvem menos energia, tornando o tratamento mais demorado.
Se existem mais pêlos em fase inicial de crescimento o tratamento será mais efectivo, se existem menos pêlos nestas fases, ele será mais demorado .
Assim , não é possível determinar um número exacto de sessões para o resultado, mas durante a consulta inicial o médico vai avaliar e discutir facilidades e dificuldades e fazer uma estimativa, que embora não exacta, permite uma programação do tratamento. De qualquer forma deve estar claro para os pacientes, que várias sessões serão necessárias, e isto varia de região para região do corpo e de paciente para paciente.
Pelo mesmo motivo, o tratamento não deve ser realizado em peles bronzeadas, porque diminui a eficiência e aumenta os riscos de complicações do tratamento.

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL